segunda-feira, 18 de abril de 2011

Morada




Felicidade mora aqui,
Alegria corre nas veias.
O absurdo que há em mim
Deixa marcas
Tal qual pegadas na areia.
Felicidade é tão grande assim,
Busca que não cessa.
Como lua no céu fica cheia,
Felicidade pelos cômodos se dispersa.
Faz tua morada aqui,
No meu peito,
Felicidade indiscreta.







http://tigerlungs.tumblr.com/

9 comentários:

valeria soares disse...

Belo texto! Quem não quer ser a morada da felicidade?

Abraços.

Flor com Espinhos disse...

querida escanfandrista, tuas poesias me levam ao devaneio...tu delineia o papel...tu isntensifica minhas sensações...tu faz colorir o instante...poesias são teu forte, escafandrista.

RosaMaria disse...

E que a Felicidade não saia desta morada, jamais!

Lindo texto e a imagem, uauuuuuuuu perfeita!

Beijos

Leandro Luz disse...

LINDO!
;D

E aí, já tá melhor?
Beijos.

Elisabete Lira disse...

Seu blog é muito interessante...
Estou te seguindo.... Tenha um Lindo Dia!
Siga meus Blogs: http://cartasdeumcoracao.blogspot.com/
E
http://deusemminhaalma.blogspot.com/

CARLA STOPA disse...

Felicidade indiscreta, mesmo que clandestina...Beijos meus amiga lindaaaaaaaaaaaaa...

Liza Leal disse...

Essa tal felicidade...Lembra msmo um peixe bravo. rs

bj
Lindo dia!
=)

meus instantes e momentos disse...

que bom ler voce.
Bonito post.
Maurizio

Vanessa Souza Moraes disse...

Felicidade não é distinta, definitivamente...