terça-feira, 27 de setembro de 2016

A vida passa



"Usa o meu corpo pro teu aconchego,
Me faz de travesseiro,
Me toma de apego
Que eu me torno cheio.
Cheio feito lua, feito leito de rio.
Ah! Como rio do teu jeito
quando me fazes inteiro arrepio".

A Escafandrista.


A vida passa rápido pela janela. São carros, semáforos, buzinas, são horas inteiras à espera de bom proveito. A vida passa, só isso. Quando você vê, de repente, a faculdade terminou, o mês acabou, o namoro também. Somos poucos diante de tamanha imensidão de trivialidades sem razão nenhuma de ser. É tanta obrigação, tanta desculpa esfarrapada que a gente se perde no meio de tudo, de tanta coisa que não é nada. Tanta coisa que a gente passa e não vê, tanta coisa que nos incomoda sem a gente saber o porquê. É tanta coisa, é tanto carro, é tanta hora que todo mundo faz. De repente, a vida passa como um filme que a gente pegou quase no final. E o que acontece com o ator principal? É tanta gente que a gente conhece. Gente que vem e depois some, gente que vai e depois volta e a vida parece uma ciranda, uma roda-viva, uma roda gigante. De repente, a gente acorda e vê que faltou ser mais presente, que faltou ser lugar seguro pra alguém. Foi um abraço que a gente não recebeu, um amor que a gente não deu, uma presença que a gente poderia ter sido e não foi. No final das contas, você percebe que fez o melhor que podia naquele momento, mas fica um questionamento: você está sendo tudo o que poderia ser?


Texto meu inicialmente publicado em 20 de janeiro de 2016 em Meu Casamento Club

Pássaros



Liberdade que se fez luz
Apagou o sol para ficarmos nus.
Estrela matutina,
Me faz menina
Pequena em teu aconchego.
Vem cá, me dá um cheiro
Que somos pássaros
Soltos no mundo,
Mergulhamos fundo,
(Amantes-irmãos).
Vem cá pro meu peito
Que somos feitos dessa luz em nós
Que desatou os nós
Para os amores sãos.
Nosso encontro não foi ao acaso, não.
Vem cá, me dá a mão.
Vamos voando juntos,
Plantando e colhendo amor
De grão em grão.

sábado, 19 de março de 2016


Ela é lua cheia ao meio-dia, 
É ré menor, é melodia, 
Consegue ser poeta 
Sem deixar de ser poesia.

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Carnavais



Valsa ela, triste, entre palmeiras e coqueirais,
No peito guardado um verso insiste
Na lembrança de outros carnavais.

Revela em sua fantasia
Concebida com todo esmero
A poesia de uma noite fria
Do amor entregue, tão sincero.




Nascimento

Andava poesia a cada passo dado
Desde que aprendeu a ficar de pé.

Falou os primeiros versos
Antes mesmo de aprender a pedir...
A pedir o que comer,
O que beber, o que vestir.

Aprendeu a chorar em prosa,
Aprendeu a sorrir em poesia.

segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Eu prometo ser assim

Imagem da web


Não importa o que aconteça, você me verá feliz. Eu sou desse tipo de gente que tem crise existencial uma vez a cada mil anos, mas tenha a certeza que quando ela acontecer será avassaladora. Eu vou rir, eu vou chorar e vou aparecer de cara limpa, melhor e mais forte. Não importa o que aconteça. Faça sol ou faça chuva no meu coração, você verá o meu melhor. Eu sou desse tipo de gente que acredita que o mundo merece o seu melhor. Eu sou desse tipo de gente que tem carência também (ela dura cerca de 20 minutos e passa com brigadeiro de panela). Não importa o que aconteça, você me verá feliz. Você me verá usar a roupa de domingo às segundas e eu não vou contar calorias. Você vai sentir insegurança ou satisfação por estar com uma pessoa que é desse tipo de gente que não gosta muito de rotina e que se lambuza feito criança quando toma sorvete. Não importa o que aconteça, eu viverei as minhas dores no aconchego da minha certeza de que tudo passa. Eu viverei cada minuto como se fosse o último, mas dormirei como animal que hiberna. Eu prometo ser assim, isso que você vê. Eu só garanto ser esse tipo de gente que tem dificuldade em se definir, que se entrega e se transborda. Eu não sei se isso te agrada. Eu não prometo te fazer feliz. Eu prometo estar sempre tentando me fazer mais feliz a cada dia e, estando feliz, eu brilharei um sol dentro do meu peito, eu exibirei um sorriso claro como um farol, contrariando todas as tentativas do mundo em me fazer parar de ser assim. 


O Valioso Tempo dos Maduros

"Contei meus anos e descobri que terei menos tempo para viver daqui
para a frente do que já vivi até agora.
Tenho muito mais passado do que futuro.
Sinto-me como aquele menino que recebeu uma bacia de cerejas..
As primeiras, ele chupou displicente, mas percebendo que faltam
poucas, rói o caroço.
Já não tenho tempo para lidar com mediocridades.
Não quero estar em reuniões onde desfilam egos inflamados.
Inquieto-me com invejosos tentando destruir quem eles admiram,
cobiçando seus lugares, talentos e sorte.
Já não tenho tempo para conversas intermináveis, para discutir
assuntos inúteis sobre vidas alheias que nem fazem parte da minha.
Já não tenho tempo para administrar melindres de pessoas, que apesar
da idade cronológica, são imaturos.
Detesto fazer acareação de desafectos que brigaram pelo majestoso cargo
de secretário geral do coral.
‘As pessoas não debatem conteúdos, apenas os rótulos’.
Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos,
Quero a essência,
Minha alma tem pressa…
Sem muitas cerejas na bacia,
Quero viver ao lado de gente humana,
Muito humana; que sabe rir de seus tropeços,
Não se encanta com triunfos,
Não se considera eleita antes da hora,
Não foge de sua mortalidade,
Caminhar perto de coisas e pessoas de verdade,
O essencial faz a vida valer a pena.
E para mim, basta o essencial!"


(O Valioso Tempo dos Maduros - Mário Quintana)


@_bahamasgirl_



sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Solitude



"Ainda que haja noite no coração, vale a pena sorrir para que haja estrelas na escuridão."
(Arnaldo Alvaro Padovani)


Imagem da web





Tenho pensado sobre o estado de paz. Aquela tranquilidade que vem da segurança de estar bem consigo mesmo. Não importa onde nem quando. Estar sozinho é estar na melhor companhia do mundo e isso é estar em paz. Estar em paz onde quer que esteja. Sozinho ou acompanhado.


O primeiro relacionamento de todos é aquele que temos com nós mesmos. Se alguém chega e nos bate à porta, bem. Você recebe bem porque sua casa interior é um templo de alegria. Quem quer que chegue, se sentirá em paz, sentirá a sua paz. Se ninguém vem, bem também. Porque você está totalmente consciente e seguro de si em qualquer circunstância.


Nem fome nem sede, nem sol, nem chuva abalam a sua paz interior porque ela foi cultivada docemente por anos e anos de solitude consigo mesmo. Solitude é diferente de solidão. Nesse momento, o corretor ortográfico sequer reconhece a palavra, mas eu a conheço bem. Solitude é o melhor estado de vibração em que se pode estar quando se quer atrair coisas boas. Já a solidão é um estado de escassez da alma, que vibra como chão rachado à espera da chuva. É possível estar no meio de uma multidão e mesmo assim sentir solidão.


Estejamos então em paz porque aprendemos a estar sozinhos e isso porque, estando a sós, conseguimos ser o mais honestos quanto for possível. Sartre diria que se você se sente mal quando está só é porque está em má companhia. Eu diria que é porque ainda não exercitou o suficiente a sua solitude.


Solitude é sinônimo de privacidade e não de privação. É o estado em que se arruma a casa para receber quem quer que venha. É o estado em que a casa permanece arrumada, mesmo que não venha ninguém.



terça-feira, 13 de outubro de 2015

Fantasia

Há palavras que nos beijam como se tivessem boca.
Há bocas que nos falam como se tivessem beijos.


Não arrume a cama ainda, quero voltar. Quero voltar para os sonhos que tive ali. Eram sonhos? Já nem sei. Alguns realizei, outros fantasiei. E passei. Passei o tempo, passei da hora, passei dos limites. Tem horas que tudo fica meio complicado. Dá vontade de desistir de tudo e só voltar para os lençóis limpos e ainda quentes. Ali, onde tudo se fantasia, onde nem tudo se realiza. E fantasia é melhor que realidade. Fantasia tem gosto doce, que escorre entre os lábios. A gente se lambuza de fantasia. Já realidade demais pode machucar. Ser realista é necessário, mas fantasiar...

Já o Chico (Buarque) diria pra vir "sem fantasia". Nem sei. Há tanto perigo em fantasiar quanto em viver, mas vale a pena. Fantasiar e realizar. Talvez uma coisa não exista sem a outra, fantasia e realidade se complementam. É, como café com leite, ambos se misturam, depois fica difícil separar, fica difícil de parar... e depois que sente o gosto, fica difícil resistir, sempre se quer um pouco mais.

terça-feira, 6 de outubro de 2015

Final Feliz

Foi-se o trem das horas. 
Ficaram as lembranças de tudo aquilo me fazia arder o coração.

            Conheço pessoas com diferentes histórias pessoais sobre relacionamentos. Conheço desde aqueles que passaram longos anos namorando, se separaram e se reencontraram, até aqueles que sentiram o arrebatador “amor à primeira vista” e nunca mais se desgrudaram.
            Com tantas diferenças entre as pessoas e suas histórias particulares, ainda me surpreendo quando escuto frases como “as pessoas são todas iguais” ou “só se tem um amor verdadeiro na vida e nunca mais”, dentre outras frases que expressem esse tipo de crença limitante.
Não, as pessoas não são todas iguais! Talvez tenha sido esse encanto com o ser humano e sua imensa variedade de formas de ser e estar no mundo que tenham me levado a ser psicóloga. Se eu pudesse dizer algo para aquelas pessoas que acreditam que homens/mulheres são todos iguais, eu diria: olhe mais uma vez.
Imagem: tumblr.com
Se as pessoas têm sido ou agido sempre da mesma forma comigo, talvez seja a minha hora de ser diferente, de agir diferente. Não sei se isso faz alguma diferença para você, mas, particularmente, acredito que ser feliz é uma decisão. Isso mesmo, assim como viajar nas férias, mudar de emprego, casar e ter filhos. Ser feliz é uma decisão que se toma diariamente e, como toda decisão, nos coloca a responsabilidade de tomarmos as atitudes necessárias para realizarmos aquilo que decidimos.
Não vou dizer que é uma decisão fácil e talvez seja até melhor assim, melhor que não seja tão fácil. Se fosse fácil ser feliz talvez nós não precisássemos levantar diariamente com um propósito, não tomaríamos tantas atitudes na vida, não nos arriscaríamos. Se fosse fácil ser feliz, talvez não fosse necessário tomar atitude nenhuma e aí não precisaríamos decidir. Seria assim, inato! E talvez nós perdêssemos a melhor parte dessa viagem: o caminho.

Não, as pessoas não são todas iguais e ser feliz não é fácil, mas talvez tudo dependa de pequenas (ou grandes) decisões diárias. Talvez a história precise ser escrita, corrigida, reescrita. Talvez o mais importante seja estarmos sempre ali, com o lápis e a borracha na mão, dispostos a escrever e reescrever um final feliz todos os dias.

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Pesos e medidas

Tenho este coração, apenas este coração.
Tenho estes olhos assim tão cansados, marejados sim, só estes.
Tenho este corpo que sente medo, fome, sono... que dança, vibra, arrepia.
Tenho só este coração, só estes olhos cansados, só este corpo que sente.
É esta a única forma, minha forma, de estar no mundo.

Meu peso, minha medida.
Tenho este momento, só este, para ver, sentir, vibrar.

Só este peso, só esta medida. Só esta visão de mundo.
A única.

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Ser teu

"Ser teu caminho e te fazer caminhar.
Ser teu destino, sem duvidar.
Ser teu, tão teu, que nem eu
Saiba mais ser outro lugar".

A Escafandrista


domingo, 26 de outubro de 2014

Ilumina

Ilumina a estrada longa dessa vida
Faz do karma e da sina
A tua estrada divina
E te ilumina.

Ilumina a todos ao teu redor
Espalha luz, cor e som
Descobre teu dom e te ilumina
Faz do coração um farol
Faz brilhar dentro de ti um sol
Faz na vida o que te fascina.

Ilumina as horas curtas desses dias
Que a vida passa num segundo
Quando vês, acabou-se tudo
E só se sabe se valeu
Aquilo para que se deu.


domingo, 19 de outubro de 2014

Flor do lótus

Flor do Mar,
Flor de Lótus,
Flor de Luz.

Flor do dia vem ensinar
Que da lama nasce a flor
Que do escuro a raiar
Vem mostrar
Que nossa natureza é irradiar
Paz e bem.

Luz do ser
Flor de luz, flor do mar
Vem fazer realizar
A promessa que se fez
Flor de Lotus vem irradiar.

Iridescente,
Flor do Mar a irradiar,
Paz e bem.

Om mani padme hum.


terça-feira, 29 de julho de 2014

(Em) Cantos



Me revelam teus desejos
Como que segredos
Contados ao pé do ouvido.
Duvido, sinto-me aproximar.

A minha poesia flui à flor da pele,
À medida que tu vens bem devagar.
Me encho de encantos, me encho de espantos,
Me pego sorrindo, sentindo levitar.

O teu sorriso me fere,
Olhos que me encantam,
Me tomam de espanto,
Me desvelam a olho nu.

A minha poesia flui à flor da pele.
Reconheço meus traços no teu rosto,
Reconheço o teu gosto no meu corpo
Arrepios me atravessam de norte a sul.

terça-feira, 10 de junho de 2014

Despertar

Desejar o despertar para a vida
Abrir os olhos da alma
Fechar os olhos para a ilusão

Ver como é simples sentir o respirar
De cada célula que vibra
Na batida certa do coração.

Viver no que te inspira
Só pode te elevar
Vibrar no despertar dos sonhos
E acreditar nas realidades da emoção.

No descobrir o teu caminhar
Caminhar com decisão
Desejar profundo despertar
Para as coisas que realmente são.

Aceitar a condição de estar
E apenas passar sem julgar se sim ou se não

E na busca infinitamente desejosa
De conquistar aquilo que se quer,
Não precisar provar para si mesmo
Aquilo que realmente se é.

sábado, 26 de abril de 2014

À Flor do Vento

O meu lirismo anda à flor da pele,
à flor das horas, 
à flor do vento, 
como o tempo quer.

Ninguém me diz de mim,
perdida nos meus anseios
Em meio a lúcidos devaneios poéticos.

Meus livros me lêem
E me dizem das histórias que escrevi.
As linhas do meu rosto realçam
O brilho nos olhos das coisas que vi.

A minha poesia retorna aos poucos
Como a gente quando volta de uma longa viagem.


A Escafandrista.

domingo, 1 de dezembro de 2013

Caminhada

Deixe de lado a incerteza, é hora de caminhar.
Todos os caminhos são bons para quem sabe onde quer chegar.
Sintonize o seu querer, não há pegadas no chão.
A coragem é o motor de toda missão.
Você vai saber a hora exata de parar ou prosseguir.
Não há tempo para temer, é preciso agir.
E a vida será feita desses passos, vacilantes ou não.
Ela só se dá para quem se deu de coração.

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Espírito livre

Um espírito livre só se dobra ao vento.
Nada pode mudar sua natureza.
Um espírito livre aprende com o tempo.
Quanto mais envelhece, mais sua energia aumenta.

Um espírito livre é dotado de profunda beleza.
Não se pode alcançá-los em sua imensidão.
Somente os livres compreendem sua leveza.
Poucos entendem a nobreza de seu coração.

domingo, 22 de setembro de 2013

A vida que se quer

Botero


Desta vida, de certo,
Só se sabe que há de acabar.
E se acaba esta vida?
E a morte morrida que me há de chegar?
Chegará em noite quente ou fria? 
Sabe-se lá...

E se chegar o fim da vida
Sem que se saiba dançar?
E se chegar a morte morrida,
E não tiver feito poesia,
Que será de mim, que será?

De certo da vida,
Só se sabe que há de acabar.
E se chegar o derradeiro dia
E não tiver aprendido a cantar?

É preciso viver a vida que se quer,
Fazer da vida uma poesia,
Pois cada verso é um dia,
De um calendário qualquer.

E a vida passa despercebida,
Num verso de bem-me-quer,
E terá sido esta vida,
Bem mais do que se pensa que é.