quinta-feira, 7 de abril de 2011

Antigas serenas

Mulheres trabalhando, Marques de Oliveira.


Penso naquelas antigas mulheres de Atenas*,
Naquelas mulheres de longas saias,
Com suas obrigações dezenas.
Múltiplas faces revelavam 
Aquelas mulheres serenas,
Viviam para seus maridos,
Cozendo seus sonhos 
Em velhas panelas pequenas.


Inspirado em Mulheres de Atenas, Chico Buarque de Hollanda.

7 comentários:

CARLA STOPA disse...

Sonhos que deliciaram nos recônditos da alma, ou nos recônditos dos desejos adormecidos...Meu beijo, amiga linda.

RosaMaria disse...

Hoje é meu dia de dizer:

Que imagem linda!

Falando em mulheres, hoje é dia da Mulher Moçambicana.

Elas merecem!

Beijos

Impoesia sim disse...

De passagem...

Mirem-se no exemplo!

Kaiser Soze disse...

gosto de mulheres emancipadas, daquelas que querem e não das que precisam.

Andressa disse...

Chico :)

†† Ð'ART †† disse...

Mulheres que dancam em seus silêncios,
Que adormecem em seus desejos,
Mulheres que provocam vários medos,
E destes medos provocam guerras ;

Guerra-de-tróia - Mulheres Guerreiras- Mulheres em guerrarias
Consigo mesmas e com tudo envolta, Relutando sempre pelos sonhos, Embebidas de suas inúmeras alegrias.


"Aquele abraço" , Srta Escafandrista!


De um Peregrino,

Giordano Bruno.

D. F. C. disse...

Teu verbo está cada vez mais afinado hein poetisa.
De passagem encontrei algumas flores por aqui.
Abreijo rsrs