terça-feira, 21 de setembro de 2010

Verso nobre

Imagem da web

Eu confesso que não vi todos os teus detalhes
E desviei dos teus olhares, eu confesso que não quis.
Agora passas sem notar-me e eu parado aqui,
Procurando um verso nobre num poema pobre
Para dedicar a ti.

10 comentários:

Rodrigo Braga disse...

Doce demais! Quanta ternura nesses versos profundos.

Cristiano Guerra disse...

Escafandrista, alguém já te disse que tua alma é feita de poesia?

Adorei teus últimos dois versos.

Abraço ;]

Flor com Espinhos disse...

tão covarde, tão valente...tão humano.

Sil.. disse...

Tão bonito, tão leve ler isso!!!

Um abraço meu!

Paulo Francisco disse...

Mais um texto lindo!!!!

valeria soares disse...

Perfeito!

Always disse...

Sucinto e cheio de sentido.
Obrigada pela visita ao meu 'Copo Vazio' :)

Portal O DIA disse...

q lindo!!

ORANCI MORAIS disse...

Oi menina...que bom que visitou meu CANTINHO FELIZ. Eu também gostei do seu blog, já li vários textos que vc postou.E ficaria muito contente em receber mais visitas suas, tá??? Tenho outro blog e gostaria que vc também fosse lá e desse sua opinião, pode ser??? Vou ser sua seguidora, e então saberei quando postar novamente e virei aqui te visitar. Um abraço! Fique com DEUS!

Paulo disse...

A beleza está nas coisas simples, e muitas coisas embaraçam pela simplicidade.
Muito lindo... Adorei.
Beijo grande.