sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Poema de agradecimento

Versos dedicados a Roberto Favretto.

Ah se eu pudesse recriar-te
E fazer-te em cada mínima parte,
Se eu pudesse dar-te outros nomes
Então serias obra minha, somente minha,
Do meu desejo e do meu afeto
E ficarias sempre aqui, comigo a sós,
Sempre tu em mim a habitar-me,
Sempre, somente nós.

9 comentários:

valeria soares disse...

Lindo!!!!!

Marcio Nicolau disse...

é aquele desejo de "transformar o rascunho em arte final"?

Franck disse...

Que venha mais poesia neste fim de semana!

Suzi Montenegro disse...

.

Agradeço seu comentário carinhoso e digo o mesmo do teu blog.

Seja muito bem-vinda!

Passo a seguir-te também.

Deixo sorrisos

=)


.

Janaina F. disse...

Olá... obrigada pelo elogio deixado no meu blog! Seja sempre muito bem-vinda... linda poesia... Bom fim de semana!

Paulo Francisco disse...

Gostei!!!!!!

Leandro Luz disse...

E aí... quando é que vc vai lançar, hein?

Leandro Luz disse...

Um livro, obviamente!
:]

A Escafandrista disse...

haha

ai ai ai, Leandro!!! o blog é um bb, tem pouco mais de um ano! lol

Ainda vamos fazer muitos escafandrismos até lá (o livro)!!! Se Deus quiser.