domingo, 12 de setembro de 2010

Farol

Enquanto sigo teus passos na areia
Minh´alma é como a luz
Que nos teus olhos vagueia
Como as ondas do mar
Meu caminho agora são
Águas que o teu farol clareia
No passar das horas
Que o meu coração encendeia
Porque longe de ti meu olhar só mareia, mareia...

4 comentários:

Thiago Quintella de Mattos disse...

Lindas estrofes, amor e companherismo, parecendo-me sem aficções

Leandro Luz disse...

Belos versos.
Apaixonante.
;]

Paulo Francisco disse...

Voltei pra ler de novo. Muito bom. ¨Meu caminho agora são águas que o teu farol clareia¨ Isso é lindo demais. Parabéns!!!!

valeria soares disse...

Bravo!