domingo, 15 de maio de 2011

O Ato x O Fato.

Quanto mais penso que gostaria de escrever ou saber criar como essas mulheres que admiro, como Clarice ou Frida, melhor compreendo que é impossível obter tal lirismo sem sentir a tristeza da alma de uma, a dor da carne da outra. Mais convenço-me que escrever não tem nada de abstrato, escrever é algo vivencial. A Escafandrista.

"Pensar é um ato, sentir é um fato"
Fotopoema

14 comentários:

Sandrio cândido. disse...

Como me alegro em ler este seu pensamento, mais uma pessoa que compreendeu que a poesia é acima de qualquer ato intelectual, uma forma de sentimento. Sem o ato de sentir não existe poesia, mas palavras agrupadas sob a forma poética, palavras jogadas.
Hoje a minha noite ficou mais bela com o seu texto, posso levar a ultima frase?
beijos minha querida

A Escafandrista disse...

As palavras são nossas, é tudo uma grande construção. Bjs.

Liza Leal disse...

Adorei a imagem!
Concordo. Escrever é algo q se extrai de um lugar onde há pétalas e espinhos.

bjok
=)

CARLA STOPA disse...

Nossa amiga, que intenso...

Letícia Palmeira disse...

Muito bom. Mesmo. Há sempre o momento em que sentimos necessidade de alcançar pessoas que admiramos. É quando a gente para e pensa: Por que não continuar o trabalho mas fazendo uso de minhas próprias palavras? Aí a gente se liberta de nossas influências e trabalha livre, deixando fluir cada detalhe.
Escrever é um exercício. Não tão prático quanto aeróbica. Mas exige disciplina. Gosto de como pensava o Cortázar: "Escrever sem se distrair".

Um beijo.
E desculpa por meus comentários esporádicos. Vou tentar ser mais atenta.

Franck disse...

Escrever pra mim é uma droga e ao mesmo tempo meu chá de camomila...
Bjs*

Van disse...

Sensacional , minha linda ! Com as nossas palavras somos capazes de criarmos nossos mundos interiores , aqueles em que nossos sonhos mais loucos habitam e nossa alma transborda. Não precisamos necessariamente nos espelhar , apenas admirá-las e sorver de seus néctares já nos dá uma essência e tanto , vital. Grande Beijo e sempre aqui contigo ! Sou tua fã e você sabe disso !

www.vidainversoepoesia.blogspot.com

www.meusescritoseoutraspalavras.blogspot.com

†† Ð'ART †† disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
†† Ð'ART †† disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
†† Ð'ART †† disse...

Sentir é um fato, mas, é fato variável; Fato que atravessa-nos todas as vísceras desaguando no que é sentir, imergindo numa longínqua perspectiva que se desvenda nas vivências.
Não pense em escrever como renomadas mulheres, não queira, como um servo - perdidamente apaixonado e com visão para o indivíduo que lhe domestica- Talhe suas palavras a escrever o que se ergue no âmbito individual, por conseguinte, Singular. Não é preciso sentir as dores de uma ou tristezas de outra, Sinta o seu sentir, Faça dele seu nau e nele Exista!

Cordialmente,

D'art, Peregrinador das Ilusões.

ACONTECE disse...

Em poucas linhas vc disse tudo...
Saudade daqui, saudade de vc...
Bjo

Marcelo R. Rezende disse...

Já quis escrever como Caio, mas teria de vivenciar o que lhe foi cerceado e eu não aceitei. Prefiro o tudo ao nada.

Beijo.

Cícero Portela disse...

belas palavras... continue vivendo intensamente e escrevendo com essa emoção que lhe é peculiar, prima querida..

Patrícia ♥ disse...

Que lindo o seu cantinhoo..
adorei aqui!!

estou seguindo..
retribui??

beijos
http://pathyoliver.blogspot.com
http://momentosdapathy.blogspot.com