domingo, 8 de maio de 2011

Matrioska

Matrioska


"Minha mãe, minha mãe, eu tenho medo.
Me apavora a renúncia. Dize que eu fique
Afugenta este espaço que me prende. 
Afugenta o infinito que me chama que eu estou com muito medo, minha mãe".
Vinícius de Moraes, do livro Poesia completa e Prosa, Editora Nova Aguilar - Rio de Janeiro, 1998, pág. 186.








Em homenagem ao Dia das Mães. Parabéns a todas! 




6 comentários:

Valéria disse...

Lindo blog....me identifiquei muito..estou seguindo ....

da uma olhada no meu...se voce gostar siga!
http://macanoescuro.blogspot.com/

beijo!

Van disse...

Encontrar o Vinicius aqui nesse nosso mergulho é maravilhoso , amiga ! E retribui sua visita e o cafezinho perfeito lá no Bloguito. Sempre aqui contigo , grande Beijo.

www.meusescritoseoutraspalavras.blogspot.com

www.vidainversoepoesia.blogspot.com

P.S : Na dúvida de qual blog visitar e comentar escolha se quer textos (meus escritos) ou poesias (vida in verso) , daí fica fácil...rs

Sandrio cândido. disse...

Escolheste bem as palavras do poeta querido do Brsil, as mães são sempre maravilhosas.
beijos

» Cynthia Brito! disse...

Olá! Gostei do seu blog e da homenagem singela às mães, aquelas guerreiras eternas, que ainda tristes carregam no peito a alegria do dom de deus - o dom de amar!


Já te sigo, querida!

Um beijo...

RosaMaria disse...

Que lindo Rafa!
Parabéns a todas mamys.

Boa semana, beijão.

Carol disse...

Lindo!

Boa semana pra vc!

beijo