terça-feira, 31 de maio de 2011

Andarilhos

Quando o sol puser-se a descansar
Virá a certeza de que,
No seio desejante,
Renascerá uma poesia maior.

E no coração dos guerreiros
Uma luz erguer-se-á
Para clarear o caminho
Daqueles que andam sós.

Transcending the tempest, Karl bang

13 comentários:

ACONTECE disse...

Que lindo!!!
Amei...
Bjos

Liza Leal disse...

Sim, os (bons) guerreiros trazem consigo a luz "do bom combate".

Um dia iluminado!
=)

RosaMaria disse...

Hoje é um dia especial!

Uma pessoa muito querida, completa mais uma volta no calendário, mais uma volta da vida, mais um ano de paz e alegrias.

FELIZ ANIVERSÁRIO!

Que Deus lhe abençõe muito, lhe proteja e te ilumine.

Buarquices, Beijos e mimos pra vc!

ACONTECE disse...

Vi as pessoas dando os parabéns... Então Rafa, muitas felicidades pra vc, muitos anos de vida...
Bjos

Marcelo R. Rezende disse...

Uma ponta que se lança e junta-se ao final com uma magia, moça.
Um amor esse trecho de amor.


Beijo!

valeria soares disse...

Muito bonito!

Kaiser Soze disse...

Pra não destoar:
Parabéns!

A Escafandrista disse...

obrigada pelos parabéns, gente!!!

Dias, Anderson disse...

Lindo texto, sds de passar por aqui...

"Uma luz erguer-se-á
Para clarear o caminho
Daqueles que andam sós."

falou um pouco de mim... kkk

Bjos querida!

Letícia Palmeira disse...

Olá.

Te agradeço pela leitura no texto que publiquei hoje. Salvei teu comentário, assim como salvei o texto. É que havia outra coisa a ser publicada e não costumo fazer dois posts por dia. Pura neurose. =)

Teus textos parecem música.

Beijo.

A Escafandrista disse...

É que eu escrevo escutando chico buarque, noel rosa, vinicius de moraes...

Impoesia sim disse...

Poxa Rafaelle! Nem sei o que dizer. Este poema...
Não sei mesmo. Fico feliz.

Sandrio cândido. disse...

Escafandrista querida, é pouco a pouco vou me revelando a vocês, sabe que gosto muito deste espaço de interação oferecido pela blogosfera, tenho varios poetas e blogueiros em minhas redes socias( falta você rsrrrs).

Bem este teu poema tem nas entrelinhas uma fé que me atrai, beijos.