quinta-feira, 3 de março de 2011

Pus o meu sonho num navio
e o navio em cima do mar;
- depois, abri o mar com as mãos,
para o meu sonho naufragar.

Minhas mãos ainda estão molhadas
do azul das ondas entreabertas,
e a cor que escorre de meus dedos
colore as areias desertas..." 
Cecília Meireles
Eu mergulharia para resgatar os teus navios, Cecília, e guardaria os teus sonhos como se fossem meus.
A Escafandrista

14 comentários:

Cristiano Guerra disse...

O vento vem vindo de longe
A noite se curva de frio
No fundo do mar vai morrendo
Meu sonho, dentro de um navio

Chorarei o quanto for preciso
Para fazer com que o mar cresça
E meu navio chegue ao fundo
E meu sonho desapareça

Depois tudo estará perfeito
Praia lisa, ondas ordenadas
Meus olhos secos como pedra
E minhas duasmão quebradas

(Canção - Cecília Meirelles)

A continuação do poema, moça.
Que talvez você não tenha visto,
e eu sei de cor.

Um abraço

Zélia disse...

Bom isso, não é? Quando as palavras conversam os sentimentos se encontram.

Talvez, eu esteja precisando de alguém que resgate um de meus navios e guarde um certo sonho meu...

Bjo para quem me fez pensar! ;)

Paulo Francisco disse...

Pus o meu sonho num navio
e o navio em cima do mar;
- depois, abri o mar com as mãos,
para o meu sonho naufragar.

Minhas mãos ainda estão molhadas
do azul das ondas entreabertas,
e a cor que escorre de meus dedos
colore as areias desertas..."
Cecília Meireles

-----------------
E as minhas mãos ainda secas, tecem palavras para o poema...
Lindo!

RosaMaria disse...

Lindo poema!

bjs

Carol disse...

Ela arrasa! E vc tb por lembrar!

Sandrio cândido. disse...

E eu te acompanharia, com certeza.

Bruno Costa disse...

O desfecho é extremamente criativo. Mas acho que ela abandonou aqueles para dar lugar a outros. Apesar do que, ainda vale mesmo à pena resgatá-los.

Franck disse...

Te confesso, não consegui ler o poema da Cecília, pq está bco sobre bco...Mas não deixa de ser uma boa pedida Cecília Meireles num começo de fim de semana e feriadão...
Bjs*

Um brasileiro disse...

oi moça. tudo blz? estive passeando por aqui. gostei. muito legal. apareça por la. bjus.

Marcelo R. Rezende disse...

Não conhecia.
Amei.

Beijo.

José Sousa disse...

Muito bem, o que li por aqui, como sempre, gostei! A nossa mente sempre é fértil em imaginar a forma como descrever as nossas coisas para que os outro possam, assim, lerem.

http://www.congulolundo.blogspot.com/
http://www.minhalmaempoemas.blogspot.com/
http://www.queriaserselvagem.blogspot.com/

Um abração e bom carnaval.

CARLA STOPA disse...

Lindo...Amei...

Laura Ribeiro disse...

Olá, tudo bem?
Indiquei teu blog a um selo, que você encontra no seguinte link:
http://docetortura.blogspot.com/2011/03/selo-stylish-blogger-award.html

Um abraço,
Laura Ribeiro.

http://docetortura.blogspot.com

valeria soares disse...

"Eu canto porque o instante existe e a minha vida está completa. Não sou alegre nem sou triste. Sou poeta" (Cecília Meireles)


Maravilhosa!