terça-feira, 31 de agosto de 2010

Das minhas sensações

Imagem da web

Não sei o que se passa comigo. Há em mim um sei-lá-o-quê, algo que faz-me escrever poesias e acorda-me às cinco da manhã. Há em mim qualquer coisa que insiste em reaparecer, algo que não sei, nem quero e talvez nem possa nomear.

6 comentários:

Flávia Diniz. disse...

hehehehehe
tem sim, foi por causa dele que botei esse titulo.

Beijos, linda =*

Leandro Luz disse...

Algo faz-me acordar às 5 da manhã também: a faculdade!
^^

Haha' brincadeira. Adorei o texto.
;P

Te indiquei lá no meu blog.
;*

A Escafandrista disse...

Amigo, Leandro, vamos sair desta vida de acordar as cinco da manhã... lol

cumprimentos escafandristas.

Kaiser Soze disse...

as coisas que se conseguem descrever facilmente não têm graça alguma.
o inexplicável, muitas vezes, é o pronúncio de um novo começo.

MorDax disse...

que lindo.

Gonçalo disse...

Tu sabes o que há em ti! Já o descobri!

:)

Beijinhos***