segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Brisa da manhã



quero falar do telefone que toca, dos carros que passam, dos meninos que correm...




tropeços, acertos, desapegos, pressa, calmaria, nuvem, sons, memórias, alegria passageira, nostalgia

20:55
QUERO O GOSTO DE FRUTA DOCE E MADURA. A VIDA QUE FLUI, O TEMPO QUE PASSA.

E UM CÉU CHEIO DE ESTRELAS.

e mesmo que amanheça o dia surge outra sensação que renasce agora com cheiro de mato molhado no orvalho da

folha ali tão viva como eu

e no peito germina um sentimento, feito


folha verde, feito flor abrindo-se ao sol.

E a certeza de mais um dia perfumado por esta alegria que não sei e nem quero explicar pois sei que rápida será e portanto
melhor nem pensar
sentir
no ar

21:03
viver, fluir



deixe-se levar
assim como eu
vale a pena
este simples
talvez

um despertar



21:04
temos que tentar



poesia em parceria com Milton Baseggio Lehmkuhl feita pelo Facebook
.


PS.: Respondendo aos comentários da postagem anterior! Beijos a todos os mergulhadores.

5 comentários:

Paulo Francisco disse...

Bela parceria!
Gostei muito.
Um beijo grande

CARLA STOPA disse...

Lindo...Qualquer dia quero ter a honra da sua parceria, tá...Não esquece...Adorei.

Bixudipé disse...

Linda menina, que bela parceria construiu! Ficou ótima a sua poesia; e proporcionou uma dança de estilos. excelente!

Adorei; abração.

Jutilandia Ferreira disse...

oLA! vi que tem muita sensibilidade...pelos seus post...gostaria de lhe convidar para participar do meu blog e também divulgar ou participar do PROJETO SINTONIA.

http://jutilandia-terapeuta.blogspot.com/

Sandrio cândido. disse...

Raffaele
Dialogo interessante querida
beijos