quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Sabor & Som

Há dentro de nós algo que nos cala
Quando pensamos demasiado,
Mas os pensamentos também calam
E não há palavras
Quando são os olhos que falam.

Sinal que o coração está feliz
E mudamos de um mundo gris
Para um mundo cheio de cor,
De sabor e som
Da manhã que novamente se rebela,
Cala e revela
E dilacera no peito qualquer dor.


parceria com Milton Baseggio Lehmkuhl

5 comentários:

valeria soares disse...

Que coisa mais linda! Amei.

Franck disse...

Sabor & som & poesia, numa noite de quarta...
Bj*

Figueredo Dias disse...

É UM BELO POEMA, DE PALAVRAS SINGELAS E VERDADEIRAS.

OBRIGADA PELA VISITA, O TEU BLOG É MUITO BONITO.

Everton Augusto disse...

Sons, sabores, cores, olhares, cheiros, amores. Sinônimos de sentir-se vivo? Ao que me parece, sim!
Abraço.

Marcello disse...

E não há palavras
Quando são os olhos que falam

que coisa mais perfeita....

adorei.

beijos