quarta-feira, 21 de julho de 2010

Hoje eu acordei assim


Hoje eu acordei assim, com saudade de tudo. Acordei meio estranha, indeterminada, sem saber os planos para este dia. E senti-me meio assim... à deriva, como barco solto no mar. Deu vontade de deixar assim mesmo, tudo flutuando solto, deixando o vento soprar e levar. Nenhuma vontade de seguir em frente, nem retornar. Nenhum medo, nenhuma ânsia. Apenas acordei assim, leve, como um barco que se deixa levar pelo mar. E descobri que é assim mesmo que deveria acordar quase todos os dias, sem muitos planos, sem ânsias, apenas deixando o vento soprar e dizer as rotas a seguir... E quem sabe assim as coisas aconteçam, quem sabe assim tudo corra bem, quem sabe assim não seja necessário lutar contra nada, não seja preciso levantar bandeiras, não seja preciso abandonar sonhos. Quem sabe?


Imagem da web

4 comentários:

Leandro disse...

Boas Tardes menina!

Curti teu espaço de vida. Se me permitires, seguirei acompanhando de longe [de aqui].

Saúde.

Bj.

Dias, Anderson disse...

Putz!!! Que perfeição literáiria é essa? Eu precisava ler algo que viesse a tona ao epicentro do meu coração. Muito teve a me dizer tais palavras. Acordar e apenas viver, maravilhoso, apenas deixar acontecer. Quem sabe algo novo e bom venha suceder as nossas vidas?

Parabéns Senhorita do Escanfro.

Bjos e paz!

Estefani disse...

São estes dias que não tem explicações. Muito bom! ^^

Vim agradecer a visita. Muito lindo aqui também.

Obrigada! =)

Beijos

Flor com Espinhos disse...

quem sabe? quem sabe a falta de roteiro seja o melhor guia. quem sabe? 'quem sabe nw seja necessário lutar contra nada'...quem sabe? mto lindo.